X

Fale Conosco:

Associação de Cultura Yôga Braga Rita Gonçalves

Sede social: Avenida João XXI, n.667 RC - 4715-035 Braga / Portugal

Telefone: 253 687 124 - Telemóvel: 910 922 128 / 916 164 943

E-mail: bragayoga@gmail.com

Aguarde, enviando contato!
//

Como explicar uma Constelação Familiar?

Quando escolhemos a nossa família de nascimento, não herdamos apenas um código genético, mas também um sistemas de crenças e esquemas de comportamentos. A nossa família representa um campo de energia, dentro do qual processamos a nossa evolução, com a certeza que desde o nosso nascimento, o lugar que ocupamos é único.

Será através do nosso campo familiar, que desenvolveremos a disposição para ser feliz, a forma como encaramos os desafios da vida, como nos relacionamos com o outro. Ou seja, experimentamos a vida, de acordo com os padrões e esquemas que a nossa família ensinou.

 

As constelações familiares, concedem a oportunidade de compreender os esquemas, no seu nível mais profundo. Através delas, poderemos libertar-nos, ao mesmo tempo que caminhamos em direcção à paz e felicidade interna.

 

A energia do campo familiar, é fortemente influenciado pela história da família, principalmente na religião e suas crenças. Será essa natureza que molda os acontecimentos marcantes, como a história dos relacionamentos dos pais, avós, morte, adopção, suicídio, incesto, agressor, vítima, sucesso, dinamismo, capacidade de empreender… Serão inúmeros os registos. Compreender que actos generosos e altruístas dos nossos antepassados são referências positivas para o nosso crescimento, assim como referências negativas, originam modificações no campo energético e, consequentemente, haverá um preço a pagar nas gerações seguintes.

 

Qual o método abordado na Constelação familiar?

 

Na sua maioria, as constelações familiares são conduzidas no seio de um grupo. No entanto, a realização de sessões individuais, permitem uma visão profunda do seu sistema familiar. Qualquer que seja o método usado, há um determinado conjunto de etapas a seguir, para o sucesso da constelação.

 

A origem da Constelação Sistémica Familiar.

 

O criador da constelação sistémica familiar foi Bert Hellinger. Nascido na  Alemanha  em  1925, trabalhou como missionário na África do Sul, entre os indígenas zulus, durante dezasseis anos. Na qualidade de sacerdote, viu-se diante dos costumes, dos  rituais  e  da  música  zulus.  Uma formação ecuménica,  somada  a  dinâmica  de  grupo  fundada  no diálogo, na fenomenologia e na experiência humana, marcou para ele uma etapa decisiva. Depois de 25 anos  como  padre,  deixou  sua  congregação  religiosa,  voltou  à  Alemanha e partiu  para  uma  formação em psicanálise. Hellinger  estudou  inúmeras  abordagens  terapêuticas, algumas baseadas  na  respiração  e  no  corpo, na Gestalt,  na  análise  transacional,  na  terapia  familiar  sistêmica,  em  constelações  familiares, na programação neurolinguística, em terapia provocativa e na terapia do abraço.