X

Fale Conosco:

Associação de Cultura Yôga Braga Rita Gonçalves

Sede social: Praceta André Soares, 37 - 4715-002 - Braga / Portugal

Telefone: 253 687 124 - Telemóvel: 910 922 128 / 916 164 943

E-mail: geral@yogabraga.pt

Aguarde, enviando contato!

Revista Zen Kids - Out/2016 - Alimentação Consciente

Revista Zen Kids - Out/2016 - Alimentação Consciente

Nos dias de hoje, o debate e a informação que é vinculada nos meios de comunicação, sobre a alimentação consciente, aborda estudos sobre os alimentos, opiniões muito diversificadas, mas pouca importância atribuí às necessidades individualizadas de cada corpo em si.

Quando conseguirmos observar o ser humano como um ser individual e único, facilmente será compreensível que o conceito de saudável para um, poderá não o ser para o outro. A especificidade e complexidade de cada organismo, implica uma adequada dieta alimentar, característica da sua individualidade.

Porque deve alterar a sua alimentação, para um regime vegetariano?

Em minha opinião, a herança de hábitos e costumes alimentares enraizados nas famílias tradicionais, ainda mais desmesurados quando existem crianças de tenra e média idade, potencia uma maior complexidade na alteração dos hábitos alimentares. No entanto, quando são conhecidos os benefícios que essas alterações produzem, consciencializamos que a mudança é necessária e primordial para o nosso bem-estar físico, psicológico e emocional. Partindo desta convicção, a alteração de regime alimentar será de uma facilidade ímpar e em consciência.

Será de extrema importância a alteração das mentalidades e, considerando este um ponto de partida crucial para encetar o diálogo com os nossos filhos, nos benefícios inerentes à alteração do regime alimentar, nomeadamente: os proveitos para a saúde, a manutenção do equilíbrio no Planeta, a menor utilização de hormonas de crescimento rápido dos animais destinados à alimentação humana, melhorar a qualidade do meio ambiente… Quanto mais cedo esta conversa acontecer, mais rapidamente serão interiorizados os valores de respeito por todos os seres vivos (em especial os destinados à alimentação humana), pela defesa e preservação do meio ambiente, fundamental para restabelecer o equilíbrio do Planeta, de vital importância para a manutenção da Vida! 

Reportando à população adulta, é primordial respeitar os pontos de vista de cada ser humano, ressalvando as nossas convicções, sem necessidade de confrontos ou sobreposições.

No nosso quotidiano, as notícias sobre diferentes patologias, são cada vez mais prementes, em especial das que obrigam a difíceis tratamentos médicos, quase sempre com recurso à utilização de químicos (medicamentos) fortíssimos para o nosso organismo. A medicina convencional, na sua forma habitual de abordar a doença, opera no combate dos efeitos da doença, em precedência dos motivos que estão na origem da mesma.

Por este motivo, é imperioso compreender e consciencializar, o quanto é importante proceder à alteração dos velhos hábitos alimentares. Uma alimentação rica em vegetais, leguminosas, frutos secos e cereais integrais, tem a capacidade de regenerar o sangue, promovendo a sua alcalinização. A manutenção da alcalinidade do sangue, é a chave do sucesso na regeneração e cura do nosso corpo e consequentes sistemas (circulatório; digestivo; respiratório; nervoso; muscular; endócrino; urinário; reprodutor ou sexual; ósseo ou esquelético). Resumidamente, estes serão os principais benefícios da alteração do regime alimentar.

A consciência de que o excesso de consumo da proteína animal, é o principal foco de doença do ser humano, está cada vez mais latente. A própria Organização Mundial de Saúde, promove e aconselha a alteração profunda dos hábitos alimentares.

Independente de tudo isto, a alimentação vegetariana, vegan ou uma outra qualquer que saia da tradição, tem sempre uma filosofia por trás e, como tal, será uma forma de estar na vida.

Particularmente, a experiência que tenho vivido, as mudanças e a consciência de como transformar o alimento de forma apelativa e saudável, são uma procura incessante.

Na grande maioria da restauração vegetariana existente, os velhos hábitos tradicionais da cozinha portuguesa, continuam muito presentes, nomeadamente no uso excessivo de fritos, mistura exagerada de ingredientes, escassa utilização das especiarias, factos que não abonam para uma alimentação saudável.

Como vegetariana há mais de 25 anos, aprimorei a simplicidade na confeção dos alimentos, recorrendo ao uso das várias especiarias que estão disponíveis, para intensificar, mascavar o sabor dos mesmos, situação particularmente útil quando os destinatários dos alimentos são crianças. Assim, conseguimos satisfazer todas as necessidades orgânicas, facilitando o processo digestivo.

Procuro por em prática diária, a célebre frase de Hipócrates "Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio"

Rita Gonçalves

Olá, deixe seu comentário para Revista Zen Kids - Out/2016 - Alimentação Consciente

Enviando Comentário Fechar :/